Pica te na Europa / 4ªedição

04 Julho 2019

- Mais de um dia

- Viagem na Amélia

- Cultural

- Trekking

Pica te na Europa

Se gostas de caminhar , viver a natureza, e sentir que cada passo que dás no trilho , é unico!
Está na hora de seres feliz nos Picos da Europa.
Vamos caminhar entre bosques de castanheiros, entre trilhos escavados nas rochas, Lagos, Catedrais e Igrejas.
Entre Las Medulas, na Ruta del Cares, nos Lagos Covadonga e Salamanca, sim estes vão ser aqueles quatro dias que nunca mais vão sair da tua memória.
Conhecer a garganta divina,a garganta de Cares, e depois claro provar a Sidra.
Trilhos de cenários únicos, que se dividem entre a montanha, os lagos de origem Glaciar e minas antigas.
Locais de batalha que ainda hoje são historicas, sem nunca perder o céu de Salamanca.
Faz a mochila, pois esta aventura de quatro dias não vai sair da tua memória.
#momentosaventurax #momentosqueficam #timetogo #loveportugallikeus #aventurax #portugaloutside #hiking #trekking #caminhadas #caminhar #picosdaeuropa #rotadelcares #portugal #espanha #aventura

Programa


De 04 a 07 de Julho de 2019

As informações finais e o ponto de encontro serão enviados aos Participantes após a inscrição

MAPA:

Informação Técnica


City Trekking Salamanca

Salamanca, para além de ser a Capital de Castela e Leão, é acima de tudo uma cidade universitária. Considerada Património Mundial da Humanidade pela UNESCO, tem a mais antiga universidade espanhola, uma das primeiras da Europa.
É uma cidade com centenas de locais a visitar, como a Plaza Mayor, considerada por muitos como a mais bela de toda a Espanha, a Casa de las Conchas, as suas duas Catedrais, e a Universidade em si.
Iremos também procurar pela Rana de Salamanca, uma rã que se encontra na fachada histórica da Universidade. Os antigos caloiros eram obrigados a encontrar a rã. E os que conseguiam, teriam boa sorte para os exames. Não é tarefa fácil, mas no local damos algumas dicas. Não queremos que ninguém tenha má sorte nos Picos da Europa e que abram uma Sidra estragada!

Ruta del Cares

A Ruta del Cates é como um sinónimo de Picos da Europa para caminheiros. É a rota clássica que todos os caminheiros têm que fazer. De facto, é a rota de montanha mais transitada da Península Ibérica.
Conhecida como a Garganta Divina, a Garganta do Cares, seguindo o rio com o mesmo nome, proporciona uma travessia inesquecível pelas montanhas dos Picos da Europa.
Passamos por inúmeras grutas escavadas à mão na rocha. Embora seja um trilho perfeitamente seguro depois da sua segunda remodelação no final do século passado, todo o percurso é feito ao longo do precipício, pelo que muitos optam por caminhar junto à parede de rocha.
Muito mais do que um trilho, fazer a Ruta del Cares é uma experiência que proporciona cenários incríveis na montanha. Deixamos também o aviso pelos maiores larápios de comida das Astúrias a arredores, os nativos rebocos.

Lagos Covadonga e Covadonga

Se pudermos eleger o segundo destino mais emblemático dos Picos da Europa, logo a seguir à Ruta del Cares, terá mesmo que ser os Lagos de Covadonga.
São na verdade compreendidos pelo Lago Enol e pelo Lago Ercina, ambos de origem glaciar. Existe um terceiro lago, que na altura falaremos no local.
Iremos circular os lagos, passando pelas minas-museu a céu aberto da Buferrera, onde se extraía magnésio e mercúrio.
Ao percorrer as margens do lafo Ercina, começaremos a afastar-nos dos visitantes dos lagos, e entraremos em pradarias em direcção ao fantástico Bosque Palomberu.
Logo a seguir, encontramos o lago Enol, com as suas também emblemáticas vacas-amigas-dos-turistas a descansar e pastar nas suas margens.

Ao descer dos lagos, iremos visitar Covadonga, onde iremos encontrar a estátua de Pelágio, rei das Astúrias, que se revoltou e venceu a primeira batalha contra a invasão Muçulmana na Espanha, iniciando assim a reconquista do país.
Segundo a história, Pelágio, perseguido e encurralado pelo exército árabe, refugiou-se na gruta hoje conhecida por Santa Cueva de Covadonga. Os seus companheiros levaram consigo uma imagem da Virgem Maria, a qual deixaram na gruta após a batalha que se seguiu.
Pelágio venceu a batalha, e muitos anos depois, para comemorar a vitória, foi erguida ali uma capela. Hoje em dia é um símbolo incontornável nas Astúrias.
A imagem da Santa Cueva de Covadonga é inconfundível com a sua capela dentro da rocha e com uma queda de água por baixo. Ao lado, encontra-se também o incontornável Santuário de Covadonga.

Las Médulas

Anteriormente existia ali um monte, de nome Medilianum. Agora encontram-se as Las Médulas, uma paisagem única que resultou de séculos de exploração de ouro por parte do império romano.
Considerada Paisagem Cultural e Património da Humanidade pela UNESCO, as Las Médulas são hoje bosques de castanheiros e carvalhos salpicados por montes de tons alaranjados.
Iremos percorrer as Las Médulas na sua totalidade, começando no seu ponto mais baixo até ao Miradouro de Orellán no seu ponto mais alto. Iremos entrar num antigo túnel da exploração de ouro, e ver paisagens fenomenais sobre toda a envolvente.
Um local a não perder na fantástica zona do Bierzo em Castela e Leão.

Inclui:


  • Transporte de Lisboa e regresso a Lisboa

  • Transporte para todos os locais da atividade

  • 1 City Trekking em Salamanca

  • 3 Trekkings com acompanhamento Guias Aventura X

  • 4 lanches com Bolachas Artelachas , Chá e Café

  • 1 Jantar

  • 3 noites em Alojamento Local com pequeno almoço

  • Seguros de Acidentes Pessoais e Responsabilidade Civil

Não inclui:


  • Extras

Levar:


  • Água

  • Máquina Fotográfica

  • Roupa e Calçado Confortáveis

  • Impermeável / Agasalho

  • Boa Disposição

  • Protecção Solar

  • Bastão de Caminhada

RNAT 196/2015

RNAVT 7016

Livro de reclamações on-line.